Islam: Fragmentação do domínio islâmico I

Publicado: abril 18, 2014 em Diversos

INTRODUÇÃO

Com o colapso da administração mongol em território islâmico, nos séculos XIV e XV, três novos impérios começam a se formar, partindo da Ásia: o império otomano, na Ásia Menor, o império safávida, na Pérsia, e o império mogol, na Índia. Esses três impérios foram o resultado de séculos de construção e expansão do estado islâmico, e que, no seu apogeu, chegaram a cobrir quase que todo o mundo islâmico. As únicas regiões que ficaram fora de seus domínios foram a África Ocidental e o Sudeste Asiático. Esses três impérios também foram importantes porque  foram a ponte que possibilitou a transição do período medieval para o moderno, na história islâmica.

 

O império safávida, que foi fundado como uma dinastia política, em 1501, foi o segundo grande império islâmico a ser formado. Originou-se de uma seita religiosa e só assumiu a feição de um estado político e militar após 1501. O império safávida também se distinguia dos impérios otomano e mogol, porque era um governo oficialmente xiíta e as diferenças religionas levaram a muitos antagonismos entre eles e seus vizinhos sunitas. Dos três, o império safávida foi o menor e sofreu seu colapso nas mãos dos invasores afegãos, em 1722. Atualmente, corresponde ao Irã.

O império mogol da Índia, que surgiu em 1526, foi o terceiro grande império islâmico a se formar e lutou por muitos anos até consolidar seu território. Ele se beneficiou de uma sucessão de governantes fortes durante os séculos XVI e XVII, muitos dos quais foram capazes de assegurar a sobrevivência do império graças a uma política voltada para a população hindu . Da mesma forma que os impérios safávida e otomano, o império mogol finalmente deteriorou-se e foi absorvido pela expansão britânica promovida na Índia, em meados do século XIX.

O império otomano, que se formou no início do século XIV, foi o primeiro desses três grandes impérios islâmicos. Alcançou o seu ápice por volta de 1600, após o qual começou a entrar num lento declínio, resultante da desorganização interna e da pressão de seus inimigos externos europeus e asiáticos. No entanto, conseguiu sobreviveu até a I Guerra Mundial e se dispersou em 1918. Atualmente, corresponde à Turquia.

O Império Otomano, com sua capital em Istambul, compreendia todos os países de fala árabe,  com exceção de partes da Arábia, Sudão e Marrocos.   O império também incluía a Anatólia e o sudeste da Europa. O turco era a língua da família governante e as elites militar e administrativa,  em sua maioria,   compunham-se de convertidos ao Islam,  provenientes dos Balcãs e do Cáucaso. A elites religiosa e jurídica eram de diversas origens, treinadas nas escolas de Istanbul e transmitiram um corpo de literatura jurídica em árabe.

O império era um estado burocrático, que comportava diferentes regiões dentro de um único sistema administrativo e fiscal. Foi, também, a última grande expressão de universalidade do mundo islâmico. Preservou a lei religiosa, protegeu e ampliou as fronteiras do mundo muçulmano, preservou as cidades santas da Arábia e organizou a peregrinação a elas. Foi também um estado multi-religioso, reconhecendo e aceitando as comunidades judaica e cristã. Os habitantes muçulmanos das cidades provinciais eram tirados do sistema de governo e dos países árabes, onde havia  uma cultura arabo-otomana desenvolvida, preservando a herança e, até certo ponto, desenvolvendo-a em novos rumos. Além das fronteiras, o Marrocos desenvolveu-se de formas diferentes, sob o governo de   dinastias próprias, que também reivindicavam uma autoridade baseada na proteção à religião.

No século XVIII, o equilíbrio entre os governos central e locais, dentro do Império, alterou-se e, em algumas partes, famílias ou grupos otomanos locais,  tinham uma autonomia relativa, mas permaneciam fiéis aos interesses maiores do estado otomano. Houve uma mudança, também, nas relações entre o império e os estados europeus. O império, que nos primeiros séculos havia se expandido pela Europa, na última parte do século XVIII  ficou sob a ameaça militar do ocidente e do norte.  As relações comerciais também se modificaram, em razão do fortalecimento dos governos europeus e dos mercadores no oceano Índico e no mar Mediterrâneo. Ao final do século, a elite governante tornou-se consciente do declínio de seu poder e independência, e começou a apresentar suas primeiras tentativas para responder aos novos desafios.

O século XIX vai encontrar uma Europa dominando o mundo. A Revolução Industrial, a mudança no modo de produção, o crescimento da produção em escala e as mudanças nos sistemas de comunicação – a chegada dos navios a vapor, as estradas de ferro e o telégrafo – levaram a uma expansão do comércio europeu, que foi acompanhada de um fortalecimento do poder armado na maior parte dos estados europeus. A primeira conquista de um país árabe foi a da Argélia, pela França. Os estados e sociedades muçulmanos já não mais podiam viver um sistema estável e auto-suficiente. Nessa nova correlação de forças, era preciso criar os meios que garantissem a sobrevivência num mundo dominado pelos outros. Surgem, então, novos métodos de organização militar e administrativa, e de códigos legais moldados de acordo com os europeus. Os primeiros a adotar esses novos métodos foram os governos de duas províncias virtualmente autônomas, o Egito e a Tunísia.

Nas capitais dessas províncias reformistas e nos portos, que expandiram seu movimento em razão do comércio com a Europa, uma nova aliança de interesses se formou entre eles e os comerciantes estrangeiros e uma elite nativa de proprietários de terra e mercadores, comprometidos com o comércio com a Europa. No entanto, as consequências logo se fizeram sentir, quando em muito breve tempo, Egito e Tunísia cairiam sob o controle europeu, seguidos do Marrocos e da Líbia. O Império Otomano também perdeu a maior parte de suas províncias européias e tornou-se um estado arabo-turco.

Ainda que a cultura islâmica continuasse preservada, uma nova corrente de pensamento emergiu, tentanto explicar as razões da força da Europa e mostrar que os países muçulmanos podiam adotar as idéias e métodos europeus, sem trair suas próprias crenças. Para isso, foi importante os estudiosos das escolas criadas por esses governos reformistas e missionários estrangeiros, que puderam expressar seus conceitos, através de jornais e periódicos. Suas idéias predominantes eram a reforma da lei islâmica, a criação de uma base nova para o Império Otomano, e, no final do século XIX, a idéia do nacionalismo acabou encontrando espaço naquelas sociedades. Afora alguns raros momentos de rebelião, as novas idéias mal tocaram a vida das pessoas no campo e no deserto.

A I Guerra Mundial terminou com o desaparecimento final do Império. De suas ruínas emergiu um novo estado independente turco, mas as províncias arábicas foram colocadas sob controle britânico e francês. Todo o mundo árabe, com exceção de algumas partes da península arábica, estava sob o controle da Europa. O controle estrangeiro trouxe mudanças administrativas e alguns avanços na educação, mas também estimulou o crescimento do nacionalismo, principalmente nas camadas mais instruídas da sociedade.

A II Guerra Mundial mudaria a estrutura de poder no mundo. A derrota da França, a crise financeira européia, em decorrência da guerra, o surgimento dos Estados Unidos e da Rússia como superpotências, iriam  determinar uma nova correlação de forças.

A seguir, para que se tenha uma melhor compreensão dos acontecimentos desse período, estabelecemos uma cronologia que melhor poderá orientar no estudo do Islam.

CRONOLOGIA

Século XIV (1300 – 1399d.C)

1301: Em Bengala, morre o rei Ruknuddin, que é sucedido pelo irmão Shamsuddin Firuz. 
1302: Em Granada, morre Mohammad II. Assume Mohammad III. 
1304: No império mongol, morre Ghazan, que é sucedido por seu irmão Khudabanda Oljeitu. Na Argélia, morre Osman, que é sucessido por seu filho Abu Zayan Muhammad. 
1305: Alauddin Khilji conquista Rajputana, no império khiljis. 
1306: No império chughills, morre Dava, que é sucessido por seu filho Kunjuk. 
1307: No império marinida, o sultão AbuYaqubYusuf é assassinado Assume Abu Thabit. NasceIbn Batuta
1308: No império chughill, Kunjuk é deposto, e o poder é tomado por Taliku. Na Argélia morre  Abu Zayan Muhammad. Assume seu irmão Abu Hamuw Musa. No império marinida, Abu Thabit é derrotado por  Abu Rabeah Sulaiman. 
1309: Taliku é assassinado. Assume Kubak. Em Granada, Muhammad III é destronado por seu tio Abul Juyush Nasr. 
1310: Kubak é deposto  por seu irmão Isan Buga. No império marinida, Abu Rabeah Sulaiman é  derrotado por Abu Said Osman. No império khiljis, Alauddin conquista Deccan. 
1312: Na Tunísia, Abul Baqa é deposto por  Al Lihiani. 
1313: No império mongol, invasão da Síria, mas são repelidos. No império da Horda de Ouro, morte de Toqtu. Assume seu sobrinho Ozbeg. 
1314: Na Caxemira, Rainchan, um aventureiro derrota Sinha Deva, o rajá da Caxemira.. Rainchan converte-se ao Islam e adota o nome de Sadrud Din. Em Granada, Abul Juyush derrota seu sobrinho Abul Wahid Ismail. 
1315: Guerra entre Bougie e Tunis,  na Tunísia.  Lihani é derrotado e morto. Abu Bakr se torna o governante. 
1316: No império mongol, morte de Khudabanda Ul Jaytu, e é sucedido por  Abu Said. No império khiljis, morte de Alauddin, que  é sucedido por Shahabuddin Umar. O poder é usurpado por Malik Kafur, um convertido indu. 
1318: Malik Kafur é assassinado, Shahabuddin Umar é deposto e é sucedido por Qutbuddin Mubarak. No império chughills, Isan Buga é derrotado por Kubak. 
1320: No império khiljis, Qutbuddin Mubarak é assassinado, o poder é usurpado por Khusro Khan, um convertido indu, que é derrotado por Ghazi Malik. Fim do governo khilhis. Na Tunísia, Abu Bakr é expulso de Túnis por Abu Imran. Ghazi Malik funda a dinastia tughlaq
1321: No império chughills, morte de Kubak, que é sucedido por Hebbishsi, que é derrotado por Dava Timur. 
1322: Dava Timur é derrotado por Tarmashirin, que se converte ao Islam. Em Bengala, morte de Shamsuddin Firuz. O reino se divide em dois, Bengala do Oriente e Bengala do Ocidente.
1324: Em Bengala, Shahabuddin morre e é sucesido por seu irmão Nasiruddin. 
1325: No império tughluqs, morte de Ghazi Malik (Ghiasuddin Tughluq);. Assume seu filhoMuhammad Tughluq. Em Granada, Abul Wahid Ismail  é assassinado. Assume seu filho Muhammad IV, que também é assassinado. Assume seu irmão  Abul Hallaj Yusuf. No império Samudra Pasai, morre Malik al Tahir I, assume Malik al Tahir II. Em Bengala, com a ajuda de  Ghiasuddin Tughluq, Nasiruddin derrota.. Ghiasuddin Bahadur  se torna o governante de Bengala Unida. 
1326: No império turco otomano, morre Osman,  que é sucedido por Orkhan. Este conquista Bursa e a torna capital. 
1327: Os turcos capturam a cidade de Nicéia. 
1329: No império tughuluqs,  Muhammad Tughluq muda a capital de Delhi para Daulatabad, em Deccan. 
1330: No império chughills, morre Tramashirin, que é sucedido por Changshahi. Amir Hussain funda a dinastia de Jalayr, em Bagdá. Na Tunísia, Abu Bakr derro Abu Imran e o estado se unifica  de novo, sob sua liderança. Em  Bengala,  Muhammad b Tughluq , contra seu pai, restabelece Ghiasuddin Bahadur no trono de Sonargeon. 
1331: No império marinida, morre Abu Said Osma. Assume Abul Hasan. Bengala é anexada aos tughluqs.
1332: Nasce Ibn Khaldoun, o grande historiador muçulmano.
1335: No império mongol, morre Abu Said, o poder é tomado por Arpa Koun. No império chughills, Changshahi é assassinado. Assume Burun.
1336: No império mongol, Arpa é derrotado e morto, sendo sucedido por Musa. Nascimento deTimur. No império Jalayar, morte do Emir Hussain, que é sucedido por Hasan Buzurg. No império otomano, os turcos anexam o estado de Karasi. Em Bengala, o governador tughluq em Sonargeon é assassinado por um homem vestido com uma armadura e que toma o poder e declara sua independência, tomando o nome de Fakhruddin Mubarak Shah. 
1337: No império mongol, o governo de Musa é derrotado, Mohammad se torna Sultão. No império Sarbadarn, o governo do Khan II é desintegrado. Abdur Razaq, um aventureiro militar estabelece um principado independente em Corassã, com a capital em Sabzwar. No império muzafarida Khanrule Mubarazud Din Muhammad fundou a dinastia muzafarida. No império otomano, os turcos tomam a cidade de Nicomédia. A Argélia é ocupada pelos marinidas. 
1338: No império mongol, Mohammad é destronado e sucedido por Sati Beg, que se casa com Sulaiman, que se torna co-regente. 
1339: Na Caxemira, morte de Sadrud Din, o trono é tomado por um hindu, Udyana Deva. No império dos chughills, deposição de Burun, ascensão de Isun Timur. Em Bengala, o governador tughluq em Lakhnauti-Qadr Khan, é assassinado e o poder é tomado pelo comandante em chefe do exército, que declara sua independência e assume o título de Alauddin Ali Shah. 
1340: No império muzafarida, os muzafaridas conquistam Kirman. No império dos chughills, deposição de Isun Timur, e assume Muhammad. 
1341: No império Horda de Ouro, morte de Uzbeg, que é sucedido por seu filhoTini Beg. 
1342: No império Horda de Ouro, Tini Beg é destronado por seu irmão Jani Beg.
1343: No império chughills, Mohammad é destronado, o poder é tomado por Kazan. Em Bengala, Ilyas, um oficial de Alauddin, mata seu chefe e toma o trono de Bengala Ocidental. 
1344: No império mongol, deposição de Sulaiman, que é sucedido por Anusherwan. 
1345: No império Samudra Pasai, morte de Malik al Tahir II, e assume Tahir III. Seu governo durou todo o sécuçp XIV. Em Bengala, llyas captura Bengala Oriental, unindo de novo Bengala. Ele estabelece sua capital em Gaur. 
1346: No  império chughill, deposição de Kazan, ascenção de Hayan Kuli. Na Tunísia, morte de Abu Bakr, que é sucedido por seu filho Fadal. Na Caxemira, morte de Udyana Deva, o trono é tomado por Shah Mirza, que assume o nome de Shah Mir, criando a dinastia Shah Mir. 
1347: Os marinidas ocupam a Tunísia. No império bahmanidas, Hasan Gangu declara sua independência e estabelece um estado em Deccan, com capital em Gulbarga. 
1349: Na Caxemira, morte de Shah Mir, que é substituído por seu filho Jamsbed. Na Argélia, os zayanidas, sob a liderança de Abu Said Othman, retoma a Argélia. 
1350: No império sarbadaran, revolta contra Abdur Razaq. O poder é tomado por   Masud. Na Tunísia, deposição de Fadal, assume seu irmão Abu Ishaq. Na Caxemira, Jamshed é destronado por seu meio-irmão, Alauddin Ali Sher. 
1351: No império marinida, morte de Abul Hasan, que é sucedido por Abu Inan. No império tughuqs, morte de Mohammad Tughluq, que é substituído por Firuz Shah Tughluq. 
1352: Na Argélia, os marinidas tomam de novo a Argélia. Abu Said Osman é feito prisioneiro e morto. 
1353: Fim do império  mongol. No império turco otomano, os turcos conseguem a Fortaleza de Tympa do lado europeu de Hollespoint. No império muzafarida, os muzafaridas conquistam Shiraz e estabelecem sua capital. 
1354: No império muzafarida, os muzafaridas anexam Isfahan.  Em Granada Abu Hallaj é assassinado e sucedido por seu filho Muhammad V. 
1356: No império jalayar, morte de Hasan Buzurg, que é sucedido por seu filho Owaia. 
1357: No império Horda de Ouro, morte de Jani Beg, que é sucedido por Kulpa. 
1358: No império bahmanida, morte de Hasan Gangu, que é substituído por seu filho Muhammad Shah. No império muzafarida, morte de Mubarazuddin Muhammad que é substituído por Shah Shuja. No império marinida, assassínio de Abu Inan, ascensão de Abu Bakr Said. Em Bengala, morte de Ilyas, que é sucedido por seu filho Sikandar Shah. 
1359: No império otomano, morte de Orkhan, que é  sucedido por Murad. No império muzafarida, Shah Shuja é deposto por seu irmão Shah Mahmud. Na Tunísia, Abul Abbas, um sobrinho de Abu Ishaq, se rebela e estabelece seu governo. No  império marinida,   Abu Bakr Said é deposto por Abu Salim Ibrahim. Em Granada, Mohammad V perde o trono na revolta palaciana e é substituído por Ismail. 
1360: No império  muzafarida, morte de Shah Mahmud. Shah Shuja retoma o poder. No império chughil, o poder é tomado por Tughluq Timur. Em Granada, Ismail é deposto por seu cunhadoAbu Said. 
1361: No império otomano turco, Murad conquista parte da Trácia. No império da Horda de Ouro,  Kulpa é destronado por seu irmão Nauroz. No império marinida, Abu Salim Ibhahim é deposto por Abu Umar. Abu Umar é deposto por   Abu Zayyan. 
1362: O império Horda de Ouro vira um estado de anarquia. Em 20 anos, são 14 governantes. Em Granada, Abu Said é deposto por Mohammad V, que governa pela segunda vez. Na Caxemira, morte de  Alauddin Ali Sher, que é substituído por seu irmão Shahabuddin. 
1365: No império otomano, turcos derrotam cristãos na batalha de Matiza, Bizânio submete-se aos turcos. 
1366: No império marinida, assassínio de Abu Zayyan, que é substituído por Abu Faris Abdul Aziz. 
1369: Fim do governo dos chughills.  Timur toma o poder na Transoxiana. Na Tunísia, morte de Abu Ishaq, que é sucedido por seu filho Abu Baqa Khalid. 
1370: Na Tunísia, Abu Baqa é deposto por Abul Abbas, que reunifica o estado. No império sarbadaran, morte de Amir Masud, que é sucedido por Muhammad Timur. 
1371: No império otomano turco, invasão da Bulgária e o território dos balcãs são anexados pelos turcos. 
1372: No império marinida, morte de Abu Faris, que é sucedido por Abu Muhammad. 
1374: No império marinida, Abu Muhammad é deposto por Abul Abbas. 
1375: No império sarbadaran, Mohammad Timur é deposto, o poder é tomado por Shamsuddin. No império jalayar, morte de Owais, que é sucedido por seu filho Hussain. 
1376: Na Caxemira, morte de Shahabuddin, que é sucedido por seu irmão Qutbuddin. 
1377: No império bahmanida, morte de Muhammad Shah, que é sucedido por seu filho Mujahid.
1378: No império bahmanida, Mujahid é assassinado e o trono é tomado por seu ti, Daud. 
1379: No império do Carneiro Negro, Bairam Khawaja funda um principado independente dos turcomanos do Carneiro Negro e estabelece sua capital em Van, na Armênia. No império bahmanida, assassínio de Daud e ascenção de Mohammad Khan. 
1380: No império Horda de Ouro, o poder é tomado por Toqtamish, um príncipe da Horda Branca da Sibéria. No império timurida, Timur cruza o Oxus e conquista Corassã e Herat. Timur invade a Pérsia e submete os muzafariddas e os mazandaran. 
1381: No império timurida, anexação de Sistan, tomada de Qandhar. 
1384: No império timurida, conquista de Astrabad, Mazandaran, Rayy e Sultaniyah. No império muzafarida, morte de Shah Shuja, que é sucedido por seu filho Zainul Abdin. No império marinida, Abul Abbas é deposto por Mustansir. Os turcomanos do império do Carneiro Negro, morte de Bairam Khawaja, que é sucedido por Qara Muhammad. 
1386: No império timurida, anexação do Azerbaijão, a Geórgia é invadida. Gilan e Shirvan se submetem. Os turcomanos do Carneiro Negro são derrotados. No império marinida, morte de Mustansir que é sucedido por Mohammad. 
1387: No império dos marinidas, Mohammad é deposto por Abul Abbas, que chega ao poder pela 2ª vez. 
1388: Na Argélia, morte de Abu Hamuw II, sucedido por Abu Tashfin. No império tughluq, morte de Firuz Shah Tughluq, que é sucedido por seu neto Ghiasuddin Tughluq II. 
1389: No império muzafarida, morte do poeta Hafiz Shirazi. No império tughluq, morte de Ghiasuddin Tughluq II, ascensão de Abu Bakr Tughluq Shah. Os turcomanos do império Carneiro Negro, morte de Qara Muhammad, que é sucedido por Qara Yusuf. 
1390: No império tughluq, Abu Bakr é destronado por Nasiruddin Tughluq. Em Bengala, morte de Sikandar Shah, ascensão de seu filho Ghiasud. No império mameluco Burji, o governante dos mamelucos burjis é deposto por Saifuddin Barquq. 
1391: No império timurida, anexação de Fars. No império muzafarida, anexação dos muzafaridas por Timur. Em Granada, morte de Mohammad IV, que é sucedido por seu filho Abu Hallaj Yusuf II. 
1392: No império jalayar, morte de Hussain, ascensão de seu filho Ahmad. Em Grandan, morte de Abu Hallaj, ascensão de Mohammad VI. 
1393: Timur derrota Tiktomish, o governante da Horda de Ouro. Tomada dos domínios de Jalayar por Timur. No império marinida, morte de Abul Abbas e ascensão de Abu Faris II. 
1394: Timur derrota o Duque de Moscou. No império tughluq,  morte de Nasiruddin Tugluq, ascensão de  Alauddin Sikandar Shah. Na Caxemira, morte de Qutbuddin. Os turcomanos do império Carneiro Branco, Qara Osman estabelece o governo turcomano do Carneiro Branco em Diyarbekr. 
1395: No império Horda de Ouro, Timur derrota Toktamish e arraza Sarai. Fim do governo Horda de Ouro. Anexação do Iraque por Timur. No império tughluq, morte de Sikandar Shah e ascensão de Muhammad Shah. 
1396: No império timurida, destruição de Sarai e do governo do Horda de Ouro. No império Sarbadaran, o principado é anexado por Timur. 
1397: No império bahmanida, morte de Mohammad Khan. 
1398: No império timurida, campanha na Índia. No império marinida, morte de Abu Faris II. No império tughluq, invasão de Timur, Mahmud Sha foge da capital. No Marrocos, morte do sultão marinida Abu FarisII, que é sucedido por seu filho Abu Said Osman. 
1399: No império timurida, campanha no Iraque e na Síria. No império mameluco burji, morte de Saifuddin Barquq, que é sucedido por seu filho Nasiruddin, em Faraj. 

Cortesia do ISL Software


Século XV – 1400 – 1499d.C

1400: No império burji mameluco, os mamelucos perdem a Síria, que estava ocupada por Amir Timur. 
1401: No império Horda de Ourto, morte de Timur Qutluq, que é substituído por Shadi Beg. 
1402: No império turco otomano. Derrota de Bayazid na batalha de Ancara, captura de Amir Timur. 
1403: No império turco otomano, Mohammad I, o filho de Bayazid ascende ao trono.
1405: No império timuride, morte de Amir Timur, que é sucedido por seu filho Shah Rukh. 
1407: No império Horda de Ouro, deposição de Shadi Beg, assume Faulad Khan pelo rei Edigu. 
1410: No império Horda de Ouro, deposição de Faulad Khan, assume Timur. 
1412: No império Horda de Ouro, deposição de Timur, assume Jalaluddin. No império mameluco, morte de Nasiruddin Faraj, sucessão de Al Muayyad. 
1413: No império Horda de Ouro, deposição de Jalaluddin, assume Karim Bardo. 
1414: No império Horda de Ouro, deposição de Karim Bardo, assume Kubak Khan. 
1416: No império Horda de Ouro, deposição de Kubak Khan, assume Jahar Balrawi. Deposição de Jahar Balrawi, assume Chaighray. 
1419: No império Horda de Ouro, morte de Edigu e Chaighray é deposto por Ulugh Muhammad. 
1420: No império Horda de Ouro, Ulugh Muhammad é destituído por Daulat Bairawi. Império turco otomano, morte de Qara Yusuf, sucessão de seu filho Qara Iskandar. No Marrocos, Abu Said Othman é assassinado, sucessão de seu filho Abdul Haq. 
1421: No império tuco otomano, morte de Mohammad I, ascensão de seu filho, Murad II. No império mameluco, morte de Al Muayyad, sucessão de Muzaffar Ahmad. Muzaffar Ahmad é destronado por Amir Saifuddin Tata, morte de Saifuddin Tata, sucessão de seu filho Mohammad. Mohammad é destronado por Amir Barsbay.
1424: No império Horda de Ouro, morte de Daulat Bairawi, successãode Berk. Na Argélia, o Halsida da Tunísia ocupa a Argélia. Este estado de coisas continua até o século XV. 
1425: No império usbeque, Abul Khayr, um príncipe da casa  usbeque, declara sua independência na parte ocidental da Sibéria. 
1427: No império Horda de Ouro, Berk é destronado por Ulugh Muhammad,que retoma o poder pela segunda vez. 
1430: No império usbeque, Abul Khayr ocupa Khawarazm. 
1434: No império turcomano, deposição de Qara Iskandar; assume seu irmão Jahan Shah.No império turcomano do Carneiro Branco, morte de Qara Osman, sucessão de seu filho Ali Beg. Na Tunísia, morte de Abul Faris após um reinado de 40 anos, sucessão de seu filho Abu Abdullah Mohammad.
1435: Na Tunísia, deposição de Abu Abdullah Muhammad, o poder é tomado por Abu Umar Osman. 
1438: No império mameluco, morte de Barsbay, ascenção de seu filho menor, Jamaluddin Yusuf; Yusuf é destronado e o poder é tomado pelo Ministro Chefe Saifuddin Gakmuk. Os turcomanos do império Carneiro Branco, Ali Beg é destronado por seu irmão Hamza. 
1439: No império Horda de Ouro, Ulugh Muhammad retira-se de Sarai e funda o principado de Qazan. Said Ahmad chega ao poder em Sarai.. 
1440: Hamza é destronado por Jahangir, um filho de Ali Beg. 
1441: In the Golden Horde empire, a Criméia se separa de Sarai.. 
1446: No império timurida, morte de Shah Rukh, successão de Ulugh Beg. No império turco otomano, segunda batalha de Kosovo, resultando na vitória dos turcos. A Sérvia é anexada à Turquia e a Bósnia se submete. 
1447: No império Horda de Ouro, Astra Khan se separa de Sarai. 
1449: No império usbeque, Abul Khayr toma Farghana. No império timurida, morte de Ulugh Beg, successão de Abdul Latif. 
1450: No império timurida, Abdul Latif é assassinado e assume Abu Said. 
1451: No império otomano, morte de Murad II; assume seu filho Muhammad II. 
1453: No império otomano, tomada de Constantinopla pelos turcos. No império turcomano do Carneiro Branco, morte de Jahangir e assume seu filho Uzun Hasan. No império mameluco, morte de Gakmuk, sucessão de seu filho Fakhruddin Othman. Othman é destronado pelo general mameluco Saifuddin Inal. 
1454: No império otomano, ataque a Wallachia, que se torna estado vassalo da Turquia. 
1456: No império otomano, anexação da Sérvia. 
1461: No império otomano, anexação da Bósnia e Herzegovina. No império mameluco, morte de Saifuddin Inal, successão de seu filho Shahabuddin Ahmad, que é destronado pelo general mameluco Saifuddin Khushqadam. 
1462: No império otomano, anexação da Albânia. 
1465:No império Horda de Ouro, morte de Said Ahmad, successão de seu filho Khan Ahmad. No Marrocos, Abdul Haq é assassinado. Fim do governo marinida. O poder é arrebatadp por Sharif Muhammad al Jati. 
1467: No império turcomano do Carneiro Negro, morte de Jahan Shah, término do governo turcomano Carneiro Negro. O império turcomano do Carneiro Branco, Jahan Shah do Carneiro Branco ataca o Carneiro Branco. Jahan Shah foi derrotado e os territórios do Carneiro Negro anexados ao Carneiro Branco. No império mameluco, morte de Khushqadam, ascenção de seu filho Saifuddin Yel Bey. Deposição de Yel Bey, e o poder é tomado pelo general mameluco Temur Bugha. 
1468: No império usbeque, morte de Abul Khayr, successão de seu filho Haidar Sultan. No império turcomano Carneiro Branco,  Uzun Hasan derrota os timuridas na batalha de Qarabagh, quando o Carneiro Branco se torna dono da Pérsia e de Corassã. No império mameluco, deposição de Femur Bugha, o poder é tomado pelo general mameluco Qait Bay. 
1469: No império timurida, morte de Abu Said e desintegração do estado timuride. Em Khurasan, Hussain Baygara chega ao poder e governa até o final do século XV. 
1472: No Marrocos, Sharif Muhammad al Jati é destronado por Muhammad al Shaikh , estabelecendo a dinastia Watisid. 
1473: No império turco otomano, guerra contra a Pérsia, os persas são derrotados. 
1475: No império turco otomano, anexação da Criméia. Guerra contra Veneza. Os turcos se tornam donos do mar Egeu. 
1478: No império turcomano do Carneiro Branco, morte de Uzun Hasan, successão de seu filho Khalil. 
1479: No império turcomano do Carneiro Branco, Khalil é destronado por seu tio Yaqub. 
1480: No império Horda de Ouro,  Khan Ahmad é assassinado e sucedido por seu filho Said Ahmad II. 
1481: No império Horda de Ouro, Said Ahmad II é destronado por seu irmão Murtada. No império otomano, morte de  Muhammad II, ascenção de Bayazid II. 
1488: No império usbeque, morte de Haidar Sultan, sucessão de seu sobrinho Shaybani Khan. Na Tunísia, morte de  Abu Umar Osman, após um governo de 52 anos, sucessão de  Abu Zikriya Yahya. 
1489: Na Tunísia, Abu Zikriya Yahya é destronado por  Abul Mumin. 
1490: Na Tunísia, Abul Mumin é destronado e o poder é retomado por Abu Yahya. 
1493: No império turcomano do Carneiro Branco, morte de Yaqub, assume seu filho Bayangir. 
1495: O império turcomano do Carneiro Branco,  Bayangir é destronado por seu primo Rustam. 
1496: No império mameluco, Qait Bay abdica, e assume seu filho Nasir Muhammad. 
1497: No império turcomano do Carneiro Branco, Rustam é destronado por Ahmad. Anarquia e fragmentação. 
1498: No império mameluco, deposição de Nasir Muhammad, e o poder é tomado por   Zahir Kanauh. 
1499: No império usbeque, Shayhani Khan conquista a Transoxiana. No império Horda de Ouro, morte de Murtada, successão de Said Ahmad III.. No império turco otomano, os venezianos são derrotados na batalha de Lepanto.

 

Cortesia do ISL Software


Século XVI   (1500 – 159999 d.C) 

1500: No império mameluco do Burji,  Zahir Kanauh é derrotado por Ashraf Gan Balat. 
1501: Ismail estabelece a dinastia safávida na Pérsia e o xiísmo torna-se a religião de estado. 
1507: Os portugueses constróem fortalezas no golfo pérsico. 
1508: Fim da dinastia turcomana Carneiro Branco e os territórios são anexados pelos safávidas. 
1509: O safávida Ismail Shah conquista a região do Iraque,  iniciando prolongadas batalhas com os otomanos.
1511: Os muçulmanos perdem Málaga para os portugueses. 
1517: O sultão otomano Selim I, “o Severo”, derrota os mamelucos e conquista o Egito. 
1520: Tem início o califado de Suleiman, o Magnífico
1526: Luís da Hungria morre na Batalha de Mohacs
1526: Batalha de Panipat, na Índia, e conquista  mogol; Babur transforma Delhi e Agra em capital. 
1528: Os otomanos ocupam Buda, na Hungria. 
1529: Fracassa o cerco otomano de Viena
1535: Suleyman, o Magnífico,  conquista Bagdá dos safávidas. 
1550: O arquiteto Sinan constrói a mesquita de Suleimanyie, em Istanbul.. 
1550: Ascensão do domínio muçulmano em Sumatra. 
1550: O Islam chega às ilhas de Java, Molucas e Bornéo. 
1556: Morre Suleiman, o Magnífico. Segue-se uma disputa de poder entre Selim e Bayazid e assume Selim.
1568: Revolta Alpujarra dos mouros na Espanha  (muçulmanos convertem-se à força ao catolicismo). 
1571: Os otomanos são derrotados na batalha naval de Lepanto, abalando seu domínio na região do Mediterrâneo. 
1576: Na dinastia safávida, morre Tahmasp I e segue-se um período de conturbações no Irã.
1578: Batalha dos Três Reis, em Alcacer Quibir, no Marrocos. O rei Sebastião de Portugal morre. 
1588: Tem início o reino safávida do Sultão Xá Abbas I
1591: Mustaili ismailis se dividem em suleimanis e daudis.

Cortesia do ISL Software


Século XVII – (1600.1699 d.C)

1600:O Sind é anexado pelos mogol. Fim do reinado de Arghun em Sind. 
1601: Khandesh é anexada pelos mogol. 
1603: Batalha de Urmiyah. Os turcos são derrotados. A Pérsia ocupa Tabriz, Mesopotâmia, Mosul e Diyarbekr. Morte de Mohammad III, sultão da  Turquia, que é sucedido por Ahmad I. No Marrocos, o Shaikh morre. 
1604: Na Indonésia, morte do xá Alauddin Rayat, sultão de Acheh, e é susbtituído pelo xá Ali Rayat  III. 
1605: Morte do soberano mogol Akbar, que é sucedido por Jahangir.
1607: Anexação de Ahmadnagar pelos mogol. 
1609: Anexação de Bidar pelos mogol. 
1611: Kuch Behar é subjugado pelos mogol. 
1612: Kamrup é anexada pelos mogol. 
1617: Morte de Ahmad I, sultão da Turquia, é substituído por Mustafá, que é deposto e substituído por Osman II. 
1618: Tipperah é anexada pelos mogol.
1623: Os safávidas, sob a liderança do xá Abbas, reconquistam Bagdá. Na Turquia, Mustafá retoma o poder. 
1625: Na Turquia, deposição de Mustafá  e ascensão de Murad IV
1627: Morte do soberano mogol Jahangir, que é substituído por Xá Jahan
1628: O reinado do sultão safávida xá Abbas I chega ao fim. 
1629: Na Pérsia morre xá Abbas I e é substituído por seu neto Safi. 
1631: Morre em Agra Mumtaz Mahal, esposa de Xá Jahan  e senhora do Taj Majal.   
1637: Morte de Iskandar Muda, na Indonésia, que é substituído por Iskandar II. 
1638: Murad IV expulsa os safávidas de Bagdá. 
1640: Morte do sultão Murad IV, que é substituído por seu irmão, Ibrahim
1641: Os turcos tomam Azov. Na Indonésia, morte de Iskandar II e ascensão da Rainha Tajul Alam. 
1642: Na Pérsia, morte do xá Safi, que é substituído pelo xá Abbas II. 
1648: Na Turquia, Ibrahim é deposto e substituído por Muhammad IV. 
1656: Muhammad Koprulu torna-se o GrãoVizir da Turquia. 
1658: Deposição do soberano mogol Xá Jahan por seu filho Aurangzeb
1661: Muhammad Koprulu morre e é substituído por seu filho Ahmad Koprulu. 
1667: Morte do xá Abbas II, que é substituído pelo xá Suleiman. 
1675: Morte de Sikh Guru Tegh Bahadur. Na Indonésia, morre a rainha Tajul Alam, ascensão da rainha Nur ul Alam. 
1676: Morte do Grão Vizir da Turquia, Ahmad Koprulu, que é sucedido por  Kara Mustafá. 
1678: Na Indonésia, morte da rainha Nur ul Alam, e ascensão da rainha Inayat Zakia. 
1680: Morte do líder marhatta Shivaji. 
1682: Assam é anexada pelos mogol. Aurangzeb muda a capital para Aurangabad, no Decan. 
1683: Os turcos levantam o cerco sobre Viena e se retiram.  Kara Mustafá, o Grão-Vizir, é executado.
1686: Anexação de  Bijapur pelos mogol. 
1687: Golkunda é anexada pelos mogol. Segunda batalha de Mohads. Derrota dos turcos na Austria. Deposição de Mohammad IV, que é substituído por  Sulaiman II. 
1688: Na Indonésia, morte da rainha Inayat Zakia, que é substituída pela rainha Kamalah. 
1690: Morte do sultão otomano Sulaiman II, que é substituído por Ahmad II. 
1692: Morte do sultão turco Ahmad II, que é substituído por Mustafá II. 
1694: Na Pérsia, morte do xá Safi, que é substituído pelo xá Hussain. 
1699: Na Indonésia, morte da Rainha Kamalah. 

Cortesia do ISL Software


Século XVIII – (1700 – 1799 d.C)

1700: Murshid Quli Khan declara a independência de Bengala e estabelece sua capital em Murshidabad. 
1703: Ahmad III torna-se sultão otomano. Nascimento do xá Wali Ullah. Nascimento do reformador religioso, Mohammad ibn Abdul Wahab de grande influência na Arábia Saudita.
1707: Morte do imperador mogol,Arangzeb, que é sucedido por seu filho Bahadur Shah. 
1711: Guerra entre a Turquia e a Rússia, com a derrota dos russos na batalha de Pruth. 
1712: Morte do imperador mogol, Bahadur Shah, que é sucedido por Jahandar Shah. 
1713: Jahandar Shah é destronado por seu sobrinho, Farrukh Siyar. 
1718: Na guerra contra a Áustria, a Turquia é derrotada, e, pelo tratado de Passarowich, perde a Hungria. 
1719: Deposição do imperador mogol, Farrukh Siyar, sendo substituído por Muhammad Shah. No Sind, os Kalhoras chegam ao poder, sob a liderança de Nur Muhammad Kalhora. 
1722: Saadat Khan cria o estado independente de Oudh. Batalha de Gulnabad entre persas e afegãos. Os persas são derrotados e os afegãos, com xá Mahmud, tornam-se senhores de grande parte da Pérsia.. Xá Hussain é tornado cativo, ascensão do xá Tahmasp II. 
1730: Zanzibar é libertada do domínio português e ocupada pelo Oreart.
1744: Aliança política, familiar e religiosa entre Mohammad Abd al Wahhab e o clã Al Saud que daria origem a Arábia Saudita
1747: Ahmad Shah Durrani funda o governo afegão no Afeganistão. 
1752: Morte do xá Abdul Latif Bhitai, escritor de Sassi Pannu, Sohni Mahinwal e Umer Marvo. 
1752: Ahmad Shah Durrani ocupa o Punjab, a Caxemira e o Sind. 
1761: Morte do xá Waliullah Dehlavi. 
1761: Batalha de Panipat. Ahmad Shah Durrani chega à Índia, a convite do xá Waliullah Dehlavi e esmaga o poder ascendente dos marathas, na Batalha de Panipat. 
1764: Conversão ao Islam de Areadi Gaya, governante do estado de Futa Futa Bandu, no Sudão ocidental. 
1773: Morte de Ahmad Shah Durrani. 
1783: Fim do governo Khalora, no Sind. 
1797: Morte de Muhammad Khan Qachar, rei da Pérsia. 
1797: A Rússia ocupa o Daguestão. 
1799: Ranjit Singh se declara Marajá do Punjab, derrotando os afegãos. 
1799: Khoqand é declarado um estado islâmico independente. 

Cortesia do ISL Software


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s