Quem São Os Muçulmanos ?

Publicado: abril 17, 2014 em Diversos

Imagem

 

Bilhões de pessoas de uma vasta classe de raças, nacionalidades e culturas através do globo, desde as Filipinas até a Nigéria estão unidas pela fé islâmica. Aproximadamente 18% vivem no mundo árabe; a maior comunidade islâmica do mundo é a Indonésia; partes substanciais da Ásia e da maior parte da África são muçulmanas, enquanto a minoria significativas são encontradas na União Soviética, China, América e na Europa. Muçulmano é todo aquele que se submete a Deus, de livre e espontânea vontade, um Muçulmano vive em paz e harmonia com toda a criação, por conseguinte, um Muçulmano é a pessoa que em qualquer parte do mundo faça com que toda a sua obediência, dedicação, e lealdade sejam para Deus.

Em Que os Muçulmanos Crêem?

Os muçulmanos crêem em um Único e Incomparável Deus; nos anjos criados por Ele; nos profetas pelos quais Suas revelações foram trazidas à humanidade; no dia do Juízo e na prestação individual de contas pelas ações praticadas; na autoridade total de Deus sobre o destino do homem e na vida após a morte. Os muçulmanos crêem na corrente dos profetas a partir de Adão, incluindo Noé, Abraão, Ismael, Isaac, Jacó, José, Jó, Moisés, Araão, Davi, Salomão, Elias, Jonas, João Batista e Jesus (que a Paz e a Benção de Deus estejam sobre eles). Mas a mensagem final de Deus para o homem, uma confirmação da mensagem eterna e um resumo de tudo que acontecera anteriormente, foi revelada ao profeta Muhammad (que a Paz e a Benção de Deus estejam sobre ele) por intermédio do anjo Gabriel.

Como Alguém Se Torna Muçulmano?

Simplesmente por proferindo; ”Testemunho de que não há outra divindade além de Deus e Testemunho que Muhammad é o Mensageiro de Deus”. Com esta declaração o crente anuncia a sua fé em Deus e em todos os mensageiros de Deus, e nas Escrituras que eles trouxeram.

O Que Significa Islam ?

A palavra árabe “Islam” significa “submissão”. É derivada de uma palavra que significa “paz”, num contexto religioso, significa total submissão à vontade de Deus. ”Maometano”, portanto, é uma denominação errada, porque sugere que os muçulmanos adoram a Muhammad em vez de Deus. Allah é a palavra árabe que significa Deus, usada pelos árabes tanto muçulmanos como cristão.

Porque o Islam Parece Estranho?

O Islam pode parecer exótico ou mesmo extremista no mundo moderno. Talvez isso acontece porque a religião não domina a vida do dia a dia no ocidente de hoje.

Enquanto os muçulmanos têm a religião sempre presente em suas mentes, e não fazem distinção entre o secular e o sagrado. Acreditam que a Lei Divina, Chari’ah, deve ser tomada seriamente, por isso, assuntos relacionados com a religião continuam tão importantes.

O Islam e o Cristianismo Têm Origens Diferentes ?

Não! Juntamente com o Judaísmo, eles remontam ao Profeta e Patriarca Abraão. Os profetas dessas três religiões são descendentes diretos de seus dois filhos; Muhammad, descende do primogênito, Ismael.Moisés e Jesus descendem de Isaac (que a Paz e a Benção de Deus estejam sobre eles). Abraão estabeleceu as bases do que chamamos hoje a cidade de Makka, e construiu a Kaaba, em direção da qual todos os muçulmanos se voltam quando oram.

Quem é Muhammad?

O profeta Muhammad(que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele) nasceu em Makka no ano 570, em um período em que o Cristianismo não tinha-se estabelecido completamente na Europa. Uma vez que seu pai faleceu antes de seu nascimento, e sua mãe logo depois, ele foi cuidado pelo seu tio, pertencente à respeitada tribo dos coraixitas. À medida que ia crescendo, tornou-se conhecido pela sua retidão, generosidade e sinceridade, a tal ponto que era procurado pela sua capacidade de arbitrar nas disputas. Os historiadores descrevem-no como calmo e meditativo. O profeta Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele) possuía uma natureza profundamente religiosa, e abominava a decadência de sua sociedade. Ele adquiriu o hábito de meditar na caverna de Hirá, perto do topo da Montanha da Luz (Jabal al-Nur) em Makka.

Como ele Recebeu a Revelação?

Aos quarenta anos de idade, enquanto estava empenhado em um retiro meditativo, o profeta Muhammad(que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele) recebeu sua primeira revelação de Deus por intermédio do anjo Gabriel. Essa revelação, que prosseguiu por vinte e três anos, é conhecida como Alcorão.Tão logo ele começou a recitar as palavras que ele ouviu de Gabriel, e a pregar a verdade que Deus havia lhe revelado, ele e seu pequeno grupo de seguidores sofreram perseguições amargas, que se tornaram tão violenta no ano de 622 que Deus lhes ordenou que emigrassem.Este evento, a Hégira (migração), na qual eles se mudaram de Makka para a cidade de Madina, cerca de 260 milhas ao norte, marca o início do calendário muçulmano. Depois de muitos anos, o profeta e seus seguidores retornaram a Makka, onde perdoaram seus inimigos e estabeleceram o Islam definitivamente.

O Que é a Kaaba ?

A Kaaba é o local de adoração que Deus ordenou Abraão e Ismael(que a Paz esteja sobre eles), construírem há aproximadamente 4000 anos atrás. A construção foi feita de pedra, a qual, muitos acreditam, foi o local original de um santuário estabelecido por Adão(que a Paz esteja sobre ele). Deus ordenou a Abraão(que a Paz esteja sobre ele), a convocar toda a humanidade para visitar o local, e quando os peregrinos lá vão, dizem: “Eis-nos aqui, ó Senhor!”, em reposta à tal convocação.

Como a Expansão do lslam Afetou o Mundo?

Dentre as razões da rápida e pacífica difusão do Islam está a simplicidade de sua doutrina, o lslam convoca para a crença no Deus Único, merecedor de adoração. Ele também instrui o homem a usar seus poderes de inteligência e observação. Dentro de poucos anos grandes civilizações e universidades floresceram, uma vez que, de acordo com o Profeta (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele): “Procurar o conhecimento é uma obrigação para todo muçulmano e muçulmana.”

A síntese das idéias orientais e ocidentais e os pensamentos novos e antigos geraram grandes avanços na medicina, matemática, física, astronomia, geografia, arquitetura, arte, literatura e história; e também o conceito do zero (que foi vital para o desenvolvimento da matemática), foi transmitido à Europa medieval pelo lslam. Os instrumentos sofisticados, que tornaram possíveis as viagens de descobrimento dos europeus de descobrimento, foram desenvolvidos, incluindo o astrolábio, o quadrante e os bons mapas de navegação.
O Que é o Alcorão?

O Alcorão é um registro das palavras exatas reveladas por Deus por intermédio do Anjo Gabriel ao Profeta Muhammad. Foi memorizado por ele e então ditado aos seus companheiros, e registrado pelos seus escribas, que o conferiram durante sua vida. Nenhuma palavra das suas 114 suratas foi mudada no decorrer dos séculos. Assim, o Alcorão é, em cada detalhe, o único e miraculoso texto que foi revelado ao Profeta há quatorze séculos atrás. Diz Deus no Alcorão:

”Eis o Livro que é indubitavelmente a orientação dos tementes a Deus, que crêem no incognoscível, observam a oração e gastam daquilo com o que os agraciamos.”

De Que Assuntos Trata o Alcorão?

O Alcorão, a derradeira palavra de Deus revelada, é a principal fonte da fé e da prática de todo muçulmano. Ele trata de todos os assuntos relacionados conosco, como seres humanos: Sabedoria, doutrina, rituais e lei, mas o seu tema básico é o relacionamento entre Deus e Suas criaturas. Ao mesmo tempo, ele proporciona orientação para uma sociedade justa, a conduta humana decente e para um eqüitativo sistema econômico.O Alcorão abrange todos os assuntos relacionados com o ser humano como um todo, vejamos resumidamente esses assuntos:

Primeiro – O Alcorão nos da conhecimento de Deus; os seus nomes e atributos, dos anjos, dos Livros por Ele revelados, dos mensageiros por Ele enviados, do dia do juízo final e da predestinação. E mostra a nossa obrigação diante dessa crença.

Segundo – Nos mostra as regras do bom comportamento, e as virtudes com as quais os homens devem se moldar.

Terceiro – As regras das práticas que organizam a relação dos homens com Deus( orações, paga do Zakat, jejum, peregrinação, promessas e etc… ) e as que regulamentam as relações dos homens entre si, seja individualmente, em grupos ou enquanto nações.

Quarto – As histórias dos povos passados, para que se tire proveito delas, aprendendo com os acertos e com os erros daqueles que nos antecederam.

Há Outras Fontes Sagradas?

Sim; a Sunnah, a prática e o exemplo do Profeta Muhammad(que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele) é a segunda autoridade para os muçulmanos. Um hadiss é a narração fidedigna transmitida do que o Profeta Muhammad disse, fez ou aprovou. Exemplos dos Ditos do Profeta Muhammad.

O Profeta disse:

“Deus não tem misericórdia daquele que não tem misericórdia dos outros.”

“Ninguém de vós crê realmente, antes de desejar a seu irmão o que deseja a si próprio.” ”Aquele que se alimenta, enquanto o seu vizinho está passando fome, não é crente.”

“O comerciante honesto está associado aos profetas, aos santos e aos mártires.”
Quais São os Cinco Pilares do lslam?

São a estrutura da vida do muçulmano: A fé, a oração, o interesse pelo necessitado (zakat), a auto-purificação(jejum de Ramadan) e a peregrinação à Makka(Haj) para quem tiver posses para tal.

1º – A Fé

Não há outra divindade além de Deus e Muhammad é Seu Mensageiro. Esta declaração de fé é chamada de chahada, uma fórmula simples que todo crente pronuncia. Em árabe, a primeira parte é: La ilaha illal-lah, (não há outra divindade além de Deus). A segunda parte da chahada é:Muhammad Rassul Allah, (Muhammad é o Mensageiro de Deus). Uma mensagem de orientação, que veio por intermédio de um homem como nós mesmos.

2º – A Oração

Salat é o nome das orações obrigatórias que são praticadas cinco vezes ao dia, e constituem um elo direto entre o adorador e Deus. As orações são dirigidas por uma pessoa com instrução, que conhece o Alcorão, escolhido pela comunidade. Essas cinco orações diárias contêm, versículos do Alcorão e são recitados em árabe, a linguagem da Revelação, mas as súplicas pessoais podem ser feitas no idioma de cada um. As orações são praticadas na alvorada, ao meio-dia, no meio da tarde, ao crepúsculo e à noite, e assim determinam o ritmo do dia todo. Apesar de ser preferível praticar a oração em conjunto, numa mesquita, o muçulmano pode orar em qualquer lugar, tal como no campo, escritório, na fábrica e universidade, desde que estes locais estejam limpos.

3º – Az-Zakat

Um dos mais importantes princípios do Islam é que todas as coisas pertencem a Deus, e que a riqueza, portanto, está confiada aos seres humanos. A palavra zakat significa tanto “purificação” como “crescimento”. Nossas posses são purificadas com a separação de uma parte delas para os necessitados e, a exemplo da poda das plantas, o corte equilibra e estimula novos crescimentos. Cada muçulmano calcula individualmente o seu próprio zakat. Na maioria dos casos isso envolve o pagamento de dois e meio por cento do capital da pessoa. A pessoa piedosa deve também dar tanto quanto possa como caridade(sadaka), e fazê-lo preferivelmente em segredo. Apesar dessa palavra poder ser traduzida como “caridade voluntária”, tem um significado mais amplo.

4º – O Jejum

Todo ano, durante o mês de Ramadan, todos os muçulmanos jejuam, desde a alvorada até ao pôr-do-sol, abstendo-se da comida, bebida e das relações sexuais. Aquele que estiver doente, for idoso, ou em viagem, e à mulher grávida ou amamentando é-lhes permitido quebrarem o jejum e jejuarem o mesmo número de dias em outra época do ano. Se houver incapacidade física para fazê-lo, devem alimentar uma pessoa necessitada para cada dia não jejuado. As crianças começam a jejuar (e praticar as orações) a partir da puberdade, apesar de muitos começarem mais cedo, o jejum é um método de purificação pessoal. Ao privar-se dos confortos mundanos, mesmo por um período curto, o jejuador adquire verdadeira fé e ao mesmo tempo desenvolve a sua vida espiritual.

5º – A Peregrinação

A peregrinação anual a Makkah (hajj) é uma obrigação somente para aqueles que são física e financeiramente capazes de empreendê-la. Apesar de Makkah estar sempre cheia de visitantes, o hajj anual começa no décimo segundo mês do calendário islâmico; assim o hajj e Ramadan caem algumas vezes no verão, outras no inverno. Os peregrinos vestem roupas simples que eliminam as distinções de classes e cultura; assim todos ficam iguais perante Deus. Os rituais do hajj foram instituídos por Abraão, incluindo o circungiro da Kaaba por sete vezes, e o percorrer sete vezes a distância entre os montes Safa e Marwa, como fez Hagar durante a sua procura por água. Então, os peregrinos se põem em pé no vasto vale de Arafat e se juntam em oração para pedir o perdão a Deus. 

Tolera o lslam Outras Crenças?

O Alcorão diz:

“Deus nada vos impede quanto àqueles que não vos combateram pela causa da religião e não vos expulsaram, nem que lideis com eles com gentileza e eqüidade, porque Deus aprecia os eqüitativos.” (60ª Surata, versículo 8).

É função da lei islâmica proteger o status privilegiado das minorias, e é por isso que os templos dos não muçulmanos floresceram em todo o mundo islâmico. A história nos fornece muitos exemplos de tolerância islâmica às outras Crenças. Quando o Califa Umar entrou em Jerusalém, no ano 634, ele garantiu a liberdade de culto a todas as comunidades religiosas da cidade. A lei islâmica também permite às minorias instalarem seus próprios tribunais, que cumprem as leis familiares redigidas pelas próprias minorias. De acordo com o Islam, o homem não nasceu com o pecado original. Ele é o legatário de Deus na terra. Toda criança nasce com a ”fitra”, uma disposição inata em prol da virtude, do conhecimento e da beleza.

O Que Os Muçulmanos Pensam A Respeito de Jesus ?

Os muçulmanos respeitam e reverenciam Jesus e aguardam a sua segunda vinda. Eles o consideram como um dos maiores mensageiros de Deus. O muçulmano nunca se refere a ele simplesmente como “Jesus”, mas sempre acrescenta a frase “a paz esteja com ele”. O Alcorão confirma seu nascimento de uma virgem (uma Surata do Alcorão é denominada “Maria”) e Maria é considerada a mais pura mulher de toda a criação. O Alcorão descreve a anunciação como segue:

“Recorda-te de quando os anjos disseram: ó Maria, é certo que Deus te elegeu e te purificou, e te preferiu a todas as mulheres da humanidade!… ó Maria, por certo que Deus te anuncia novas felizes com Seu Verbo, cujo nome será Messias, Jesus, filho de Maria, nobre neste mundo e no outro, e se contará entre os diretos de Deus. Falará aos homens ainda infante, bem como na maturidade, e se contará entre os virtuosos.” (3ª Surata, versículos 42-47)

Jesus (a paz esteja com ele) nasceu miraculosamente por intermédio do mesmo Poder que criou Adão sem o concurso de um pai.

“O exemplo de Jesus, ante Deus, é idêntico ao de Adão, a quem Ele criou da terra; então lhe disse: Seja! e foi.”

Durante sua missão profética, Jesus operou muitos milagres.O Alcorão informa que ele disse:

“Apresento-vos um sinal de vossa Senhor: Plasmarei de barro a figura de um pássaro, com o beneplácito de Deus, curarei o cego de nascença e o leproso; ressuscitarei os mortos com a anuência de Deus e vos revelarei o que consumis e o que entesourais em vossas casas.”

Nem Muhammad, nem Jesus (a paz esteja com eles) vieram para mudar a doutrina básica da crença em Um Deus, trazida pelos profetas anteriores, mas para a confirmarem e para renová-la. No Alcorão é narrado que Jesus (a paz esteja com ele) veio para:

“Confirmar-vos a Tora que vos chegou antes de mim, e Para liberar-vos algo que vos está vedado. Eu vim com um sinal de vosso Senhor.Temei a Deus, pois, e obedecei-me.”

Como os Muçulmanos Tratam Os Idosos ?

No mundo islâmico não há asilo para idosos. A incumbência de se cuidar dos pais nesse período difícil da vida destes é considerado uma honra e benção, e uma oportunidade de elevação espiritual. Deus não só ordena que oremos por nossos pais, mas também que passemos a agir com compaixão ilimitada, lembrando-nos que, quando éramos crianças indefesas, eles nos preferiram a eles próprios. As mães são especialmente honradas.

O Alcorão diz: “O decreto do teu Senhor é que não adoreis senão a Ele; que sejais indulgentes com vossas pais, mesmo que a velhice alcance a um deles ou a ambos, em vossa companhia; não os reproveis nem os repilais; outros sim, dizei-lhes palavras honrosas. E estende sobre eles a asa da humildade, e dize: ó Senhor meu, tem misericórdia de ambos! como eles tiveram misericórdia de mim, criando-me desde pequenino!”

Como os Muçulmanos Vêem a Morte?

A exemplo dos judeus e dos cristãos os muçulmanos crêem que a presente vida é apenas uma prova e preparação para o próximo reino da existência. Os artigos básicos da fé incluem: O Dia do Juízo Final, a Ressurreição, o Paraíso e o Inferno. Quando um muçulmano morre, ele ou ela é lavado/a usualmente por um membro da família, enrolado num tecido limpo branco, e enterrado com uma simples prece, preferivelmente no mesmo dia, Os muçulmanos consideram isso um dos atos finais que podem fazer por seus parentes, e uma oportunidade para se lembrarem da sua breve existência aqui na terra. O Profeta Muhammad ensinou que três coisas podem continuar auxiliando uma pessoa mesmo depois da morte: a caridade que ela fez, o conhecimento que ela transmitiu e as orações que são feitas por um filho virtuoso pela alma dos pais. Diz Deus no Alcorão: ”Toda alma provará o gosto da morte…”

Que o Islam Diz a Respeito da Guerra?

A exemplo do cristianismo, o lslam permite a luta em defesa própria, em defesa da religião, ou para a defesa daqueles que foram expulsos à força, de seus lares. Ele impõe estritas regras de combate que incluem proibições quanto a causar danos aos civis, o destruir plantações, árvores e gado. A injustiça triunfará no mundo se boas pessoas não forem preparadas para arriscar suas vidas pela causa justa. O Alcorão diz:

“Combatei pela causa de Deus àqueles que vos combatem; porém, não os provoqueis, porque Deus não estima os agressores.”

“Se eles se inclinarem à paz, inclina-te também a ela e encomenda-te a Deus.”

A guerra, portanto, é o último recurso, o termo Jihad significa, literalmente, “esforço” e os muçulmanos crêem que há dois tipos de jihad. O outro jihad é a luta interior que cada um trava contra desejos egoísticos, para conseguir a paz interior.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s